Lilian Divina Leite

O que eu faria se minha mãe estivesse aqui?

Estava pensando agora pouco o que eu faria se tivesse minha mãe agora, não só neste final de semana, mas na vida. O que eu faria?

A primeira coisa que me vem a mente é que eu faria sua matrícula na academia para fazer zumba junto comigo, sempre penso nisto rs, uma senhora tem que fazer zumba se quiser ser feliz e saudável. Também a levaria no SESC para fazer hidroginástica, acho aquelas senhorinhas tão alegres e de bem com a vida, gostaria de vê-la conversando e rindo com elas.

Conversaria com meus irmãos para juntos contratarmos uma empregada doméstica, não iria deixar que fizesse o serviço de casa que ela odiava fazer. Dividiríamos o convênio médico e também as demais despesas da casa. E se eles não aceitassem, bem rs, Ação de Alimentos serve para isto mesmo rs, é Roberta e Marcos, eu processaria vocês sem medo de ser feliz rs

Iria na feira toda semana, ela não gostava de ir. Compraria suas frutas, legumes e verduras preferidas. A incentivaria fazer refeições saudáveis, e se ela tivesse com muita preguiça rs, faria para ela.

A levaria na CAASP para tomar o café que eu gosto tanto de tomar, e depois a levaria junto comigo para fazer uma Audiência. Sei que ela sentiria orgulho da Advogada que eu me tonei e que ela não conheceu.

Iria leva-la em Ilhabela para fazer um mergulho e ver os peixinhos, ela iria amar. A levaria também para o Rio de Janeiro que eu achei simplesmente maravilhoso, e com certeza a levaria para fazer um passeio de barco em Arraial do Cabo, para apresentar a ela a praia mais perfeita e a areia mais branquinha que já conheci na vida.

 

Não permitiria que meus irmãos falassem alto com ela, ou a ofendesse de qualquer forma. Quebraria a cara deles se a fizessem chorar rs.

 

Faria chocolate quente com rum que aprendi a fazer o ano passado. Faria todas as comidas gostosas que aprendi a fazer nos últimos 10 anos. E as que eu aprendi a fazer nos diversos lugares do Brasil onde morei e não tive tempo de fazer para ela quando estava viva.

Ela nunca tomou o Sorvetinho de Iogurte que eu vendi por tanto tempo. Se tiver os ingredientes no céu, pode ter certeza que minha mãe ainda vai experimentar meu iogurte rs, tô pensando aqui, já pensou Jesus tomando meu iogurte, Ele iria gostar…

 

Mas se ela estivesse aqui hoje, eu faria perguntas sobre sua história e a deixaria contar e falar todas as coisas que quisesse pelo tempo que precisasse.

 

Iria ficar de olho para ela não se inscrever no tal Tinder rs, a convenceria que é melhor ficar sozinha rs, iria contar tudinho pra ela rs, ela iria concordar comigo que é muito melhor ficar sozinha rs

 

Se eu tivesse um tempinho de novo com ela eu iria contar tanta coisa que eu não contei e que ela morreu sem saber. Iria ouvir os seus conselhos e quem sabe, não faria algumas coisas diferentes do que eu faço.

 

Quanto mal talvez eu tivesse evitado se tivesse aberto meu coração para ela e ouvisse os seus conselhos.

 

Mas agora não adianta mais, não importa o que eu faça, não há como voltar ao tempo ou trazê-la de volta.

 

O que eu posso fazer é dizer a você que está lendo este texto, que se você tem sua mãe viva, pense por um momento como seria sua vida sem ela e o que você pode fazer, faça não só domingo no dia das mães, mas faça todos os dias enquanto ela viver.

 

E para as pessoas que não tem mais suas mamães, quero lembrar que a vida não acaba aqui. Este não é o fim, como está escrito, podemos viver com esta esperança:

 

“Não quero, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança.
Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem, Deus os tornará a trazer com ele.” 
1 Tessalonicenses 4:13,14

 

São Paulo, 12 de Maio de 2017.

Lilian Divina Leite.

 

Anúncios

maio 13, 2017 Posted by | Uncategorized | Deixe um comentário

   

%d blogueiros gostam disto: